Testemunhos

3 comentários

  • Estou curada e feliz! says:

    Meu nome é Animely, tenho 39 anos e estou a 11 na presença do Senhor. Nasci em uma família católica, humilde e experimentei o sofrimento desde minha adolescência. Nunca tive paz, nunca fui feliz, minha vida era só derrota, tudo que eu fiz, em nada consegui sucesso, só fracasso, a começar pelo casamento, que foi um erro desde o começo. As brigas eram constantes, as agressões psicológicas a que meu ex-marido me submetia eram terríveis, entre muitas humilhações ele dizia que tinha vergonha de mim, que eu era gorda, baixa e feia, e muitas outras ofensas às quais não convém descrever neste espaço. Quando engravidei as coisas pioraram, porque ele não queria o filho, pois o iria privar de sua liberdade me repudiando até ao ponto de me trair (com uma prima minha). Após muitas brigas até que em uma delas ele quase me enforcou, eu tive medo e me separei dele (Divorciamos).
    Aí começou outro lado da tortura, comecei a freqüentar uma igreja evangélica muito radical que me direcionava a lutar pela reconstrução do meu casamento, eu passei 5 anos orando, chorando, fazendo vigílias em favor de Deus trazer meu marido de volta , mas Deus nunca trouxe e não me prometeu isso mas eu era orientada a insistir e com isso entrei num estado de depressão lamentável, me tornei dependente de remédio tarja preta por 5 anos (fluoxetina , rivotril etc.). Tentei suicidar 3 vezes , mas Deus teve misericórdia de mim. Na época do meu divórcio litigioso (porque eu não quis assinar o mesmo) ser assinado pelo juiz eu caí de cama, minha mãe tinha que cuidar de tudo porque eu não tinha força nem pra levantar, só chorava, não queria mais viver.
    Foi esse lixo humano que chegou à Igreja Resgatando Vidas, uma pessoa doente, fraca, e que estava decepcionada com Deus, porque até então, eu tinha Deus como mentiroso, e que não gostava de mim, porque ele fazia tudo pra todos e pra mim nada, não tinha mais fé em nada. Comecei a frequentar a igreja aos sábados, porque era um culto alegre. Aos poucos comecei ir aos domingos e depois em todos os cultos, no começo eu chorava o tempo todo, minha alma era desilusão, angustia, sofrimento, a depressão estava me matando aos poucos, até que um dia conversando com o pastor expus minha condição e sabiamente ele me aconselhou e me disse algo que nunca vou esquecer: {Que eu era livre pra recomeçar minha vida, que eu não deveria carregar nenhum sentimento de culpa pela separação, pois diante dos fatos não havia outra opção e que eu deveria me empenhar em conhecer a palavra de Deus, servindo a Ele por amor e não em troca de algo.} Suas palavras me libertaram de um inferno em vida, de uma escravidão mental que eu não queria, mas não sabia como me libertar daquela situação. Daí minha vida foi transformando aos poucos, Passei a buscar a Deus para conhecê-lo, para que Ele fizesse parte da minha vida, ia aos cultos não mais para chorar, mas para agradecer a Deus pela minha vida, cantava , louvava, me entregava nos braços de Deus sem interesse, somente para glorificá-lo. Deus um dia falou comigo através do versículo que diz: “Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.” João 4:23
    A partir desse dia conheci a Deus de verdade, aprendi a andar segundo a sua vontade assim como o Senhor Jesus ensinou, libertei-me do sofrimento da depressão e já faz 5 anos que não preciso mais tomar remédios controlados.Voltei a trabalhar e vou conseguindo criar meu filho com a graça deste Deus maravilhoso. A “Igreja Resgatando Vidas” hoje é a extensão da minha casa. Foi ali que reestruturei os alicerces para a construção de minha nova vida, tudo que aprendi e que fizeram de mim uma nova criatura diante de Deus e dos homens veio através das ministrações na Igreja Resgatando Vidas, da sabedoria e do amor que Deus plantou no coração do pastor Atelírio Alves que é mais que um pastor em nossas vidas… É uma benção, um exemplo.
    Hoje graças a Deus estou curada e feliz, tenho paz e segurança para batalhar pela minha vida e de meu filho. Obrigada pastor Atelirio por seu amor e responsabilidade para com a obra do Senhor, não tenho palavras para exprimir o quanto sou grata e amo o senhor, sua família e esta Igreja.

    Animely Hubner Bastos

  • Renato luiz says:

    Meu nome e Renato,tenho 29 anos e estou a 4 anos na presença do Senhor.Nasci em uma familia espirita,Onde faziamos trabalhos espiritual e macumbaria.Pois minha infancia foi um pouco sofredora e minha adolescencia mais ainda,Aos 12 anos de idade eu ja era consagrado as entidades de Espiritismo e a minha familia era toda espirita.E aos 13 eu começei a fumar cigarro e comecei a beber,aos 17 comecei a usar drogas(Maconha)e aos 18 comecei a cheirar(Cocaina) sendo que nesta idade entre 18 e 19 eu arrumei meu 1 emprego onde eu comecei a roubar mercadoria e dinheiro e aquilo nao estava certo e fui mandado embora,Arrumei meu 2 emprego onde eu achei um celular e quando eu quis entregar fui preso pois queria ganhar recompensa…Mas sai e comecei a usar(crak) Ai foi o final de tudo na minha vida pois ja nao tinha mais esperança e espectativas de vida.Ma familia nao sabia o que fazer comecei a vender minha roupas meus pertences,comecei a roubar coisas de casa enfim estava no fim da minha vida.E fazia promessas,prometia para meus pais que iria parar e nunca consiguia sozinho,Ate que eu resolvi a enternar numa casa de recuperaçao e fiz todos os exames necessarios para a enternaçao,mas isso era nao em outubro de 2009,e o pessoal disso que eu ia enternar no inicio de 2010,Que eu poderia ficar avontade ate esta data mas eu tinha uma vontade de nao enternar,mas eu ja nao tinha jeito mais meu estado estava muito grave.Mas quando foi no final do ano no reveion de 2009 para 2010 mas eu parei em frente a minha casa e olhei parao ceu e perguntei se Deus existia mesmo que ele poderia me ajudar,Mas ai fui dormi e quando acordei nao tive vontade de fumar ou beber nada de alcool,E fui começando a ver a mudança em mim.Foi quando meu amigo Paulo Crisóstomo foi ate a minha casa e me convidou para conhecerr a Igreja Resgatando vidas e fui com ele e chegando la fiquei muito alegre e rever varios amigos meus que tambem estavam no mundo,E cheguei a gosta da Igreja e comecei a ir nos cultos e assim eu amei e me apaixonei por aquele lugar e aceitei a Jesus e deixei ele conduzir minha vida,minha familia nao acreditava mais em minha pois foram tantas decpçoes e foi dificil demostrar para eles que eu tinha mudado,Foi ai que eles comecaram a ir na igreja,Meu pai era catolico e foi muito dificil mostrar pra ele que Jesus e o melhor caminho,PoisJesus disse na sua palavra Eu sou o caminho e a vida..Foi ai que O Pr. Atelirio Alves e sua Familia nos deu todo apoio possivel e podemos contar com eles todas as horas(Pr.Rosa,Pr.Gilberto medeiros.Pr.Wesley soares.Pr.Luciana medeiros.Cibele medeiros) Porisso somos gratos a Deus por tudo que ele fez em nossas vidas..Hoje sou Obreiro da casa do senhor,Sou casado com Kelly dos reis,Meu irmao e Obreiro tambem e se casou e meus pais estao na presença do Senhor Deus.E somos hoje uma familia abençoada e firmes nos pes de Jesus.

  • winsthon henrique ribeiro leite says:

    Amados irmão que a graça e a paz do senhor seja com todos vocês.
    Jamais poderia me esquecer o que a igreja resgatando vidas fez a mim e minha família, e aminha eterna gratidão que eu tenho pelo irmão, amigo e pastor Atelírio Alves e sua família.

    Amados no ano de 2010 minha esposa engravidou, pois recentimente neste mesmo ano ela tinha 6 meses que tinha ganhado o meu 2º filho o Caleb e essa gravidez veio no momento em que toda gestante sabe; no momento em os seus orgãos estavam voltando para seus devidos lugares.
    pois bem, minha esposa estava sentindo muitos enjoos, até então achavamos que era nomal devido a gravidez, mas esses enjoos cada vez que passava eram piores até com água ela vomitava e com isso começou sentir dores muito fortes na região lombar, qualquer rémedio que tomava não resolvia. por fim resolvemos procurar o médico na qual fazendo uma bateria de exames constatou que ela estava com hidronefrose ” água nos rins “, e alí mesmo o médico a providenciou a sua internação, pois os seus rins estavam muito inchado. Irmão vivi dias de muita dor, pois e muito ruim você ver que você ama sofrer, e nesses momentos de aflição que passava sempre ligava para o pastor Atério aonde ele me confortava com sua palavras e muitas das vezes que eu ligava era em prantos e ele me dizia que nenhuma provação duraria para sempre agradeço a Deus pela sua vida. então irmão a minha esposa passou pela 1º cirurgia na qual ela colou uma sonda que vinha dos rins até a bexiga para toda urina que ficava alojada nos seus rins pudesse esvaziar e você acha que o problema resolveu? não! irmão teve um dia que ela chegou no hospital gritando de dor como de costume chegava e os médicos deram uma medicação para ela que com uma hora de medicação eu não via o resultado, quero dizer o alívio da dor, então procurei o médico e questionei o remédio que ele tinha dado, e ele me explicou que o remédio que ele tinha dado para minha esposa eles aplicavam em pessoas que chegavam lá com as costela quebrada, ai comecei a clamar o poder de Deus. Sabe o que ele me respondeu; nada. A minha esposa ficava 15 dias em casa e 15 dias no hospital, e isso quando ela não voltava no mesmo dia, e toda vez que ela voltava era pior. queridos minha esposa passou por 6 cirurgias gravida, teve uma vez que ela chegou no hospital vila da serra muito ruim, sentindo fortes dores, eu ouvia a enfermeras ligando para o médico de plantão e dizia assim: Doutora é aquela paciente. era muito triste, neste mesmo dia eles à internaram. a pior parte foi quando os médicos me disseram que ele não estava ouvindo o coração do bebê eu desesperei fui para fora do hospital chorar e em seguida o meu telefone tocou, era o pastor Atelírio que naquele momento estava me ligando e ele me perguntou o que estava acontecendo e eu havia falado para ele tudo que o médico tinha me falado que ele não estava ouvindo mais o coração do meu filho. e pelo telefone o pastor Atelírio orou pela vida do meu filho e me tranquilizou mais. voltei para o quarto que minha esposa estava eles tinham aplicado uma morfina nela, amados a minha esposa chegou a tomar morfina de 4 em 4 horas o médico falou comigo assim; pai se o seu filho nascer ele pode nascer com alguma deficiência devido a quantidade de remédios que a sua esposa tem tomado, repreendi mais perguntei quais seriam as possíveis deficiência o meu filho poderia ter e ele falou rasgado; ele pode nascer cego, surdo ou com problemas cardiacos, mais eu repreendi em todas as deficiências. Jamais poderia esquecer que minha sogra deixou o seu emprego para olhar os meus outros 2 filhos, na qual ela dependia dele para pagar o seu aluguel minha eterna gratidão da dona Raimunda soares, todos a conhecem como irmã mundita, te amo em cristo Jesus. e o meu querido irmão em cristo Wesley o genro do pastor Atelírio eu glorifico a Deus por sua vida, sò Deus sabe o quanto fiquei feliz aquele dia que você esteve no hospital, orou comigo e minha esposa, eu me lembro que o Wesley falou para minha esposa por telefone antes de ir no hospital, Dine eu sei que tudo que você come o seu estômago rejeita, mas hoje me fala o que você quiser comer eu vou levar para você. ela falou para para o irmão Wesley que queria comer pudim. passou uns minutos o Wesley chegou com o pudim. Agradeço a Deus pela sua vida Wesley e pela vida da Luciana. irmão minha esposa enfrentou essa grande luta foi para que Deus nos pudesse dar a dupla honra. esse testemunho tem muitos detalhes, se eu continuar escrevendo eu não vou parar. o que eu posso dizer que o meu filho Benjamin não nasceu com nenhum problema de saúde pelo contrário ele muito sadio até demais graças a Deus e minha esposa está um benção. agradeço a Deus pela sua vida Pastor Atelírio e família Resgatando vidas, amo vocês!!!!! fiquem com Deus. acabei esquecendo o meu nome é Winsthon Henrique Ribeiro Leite.

Envio de testemunho